É tempo de berries! | Marja aika!

Verão é bom por vários motivos, um deles porque é tempo de colher frutinhas (deliciosas) na mata… a gente encontra nessa época blueberries (ou mirtilo em Português), raspberries (ou framboesas em Português), strawberries (morangos em Português) e cloudberries (que não têm tradução pro Português e são comuns na região Norte da Finlândia, por aqui a gente achou só em um lugar). Todas bem fresquinhas e com a deliciosa sensação da aventura de entrar na floresta e colher baldes de frutinhas. E, claro, não fiquei fora dessa! Entrei no meio das árvores e arbustos e trouxe baldinhos cheios para casa! E como todos os finlandeses, congelei um montão para usar durante o ano.

A parte cansativa é limpar depois de colher… Gente, a impressão que dá é que essas frutinhas se multiplicam quando você está tentando tirar as folhas e galhos pequenos que vem junto na colheita. Porém, a receitinhas depois… Todas deliciosas!

Agora, segundo a minha cunhada, daqui duas semanas já teremos lingonberries (essa também não tem tradução e é específica na região escandinava). Estas já não são docinhas e, por aqui, são acompanhamentos para as famosas almôndegas;  mas a gente comenta sobre isso num próximo post.

Até a próxima!

Regata no Lago Päijänne | Purjehduskilpailut Päijänteellä

Acho barco à vela uma coisa de gente fina, um barco que depende somente do vento (e de uma habilidade tremenda) para se deslocar é impressionante (e antigo)!

Bom, moro em Säynätsalo, que é uma ilha circundada pelo Lago Päijänne, e, no último sábado, acompanhamos de pertinho uma regata nacional de barcos à vela. O Lago Päijänne é o segundo maior da Finlândia, abrange cerca de 1.100 km² e está localizado na região central do país. E a história da competição começa em meados dos anos 60, quando marinheiros estavam fascinados com a ideia de competir velejar o lago de ponta a ponta. A primeira competição começou mesmo em 1973. E o interessante é ver que a competição além de perdurar, mantém os competidores no estilo familiar. Digo isso porque quando estivemos acompanhando as saídas dos barcos, via-se ali famílias acompanhando (mesmo com o dia chuvoso e friozinho). E, apesar de ser também um esporte, velejar por aqui parece mais uma atividade prazerosa que competitiva.

O critério para a competição é de nível amador a profissional, e não pelo tamanho do barco. O que eu estranhei no começo, mas, sinceramente, não entendo nada de barcos (rs). E a distância percorrida é de , variando o começo e o final da competição entre Säynätsalo e Lahti.

Enfim, fomos conferir e tirar algumas fotos… era um barco mais lindo que o outro!

E olha que legal o vídeo postado na última sexta-feira no Facebook do evento Päijännepurjehdus, com os preparativos para a competição deste ano:

Um comentário interessante é que, acompanhamos as saídas dos barcos para a regata, mas não sua chegada em Lahti. De qualquer forma, no domingo descobrimos que um amigo nosso estava na competição na categoria mais profissional, mas, no caso, ele não venceu…

E já tem data para a competição ano que vem: 21 a 23 de julho!

Quem é o melhor churrasqueiro na Finlândia? | Kuka on Suomen grillimaisteri?

Nada como um bom churrasco… mas sabia que por aqui o churrasco é bem diferente? Sim, por aqui o negócio é o “grill”. Então diferente daquela carne no espeto, por aqui o que se vê mais são salsichas, filés de frango ou bifes feitos na grelha e acompanhados de queijos, frutas e legumes grelhados. Pessoalmente, não acho melhor ou pior que o churrasquinho brasileiro, ambos são bem diferentes e de sabores bem peculiares.

Por que estou dizendo tdo isso?

Acabou neste último domingo uma competição para descobrir o melhor churrasqueiro por aqui. A rede de supermercados Lidl, que nasceu na Alemanha nos anos 70 e desde os anos 90 tem se espalhado pelo mundo (e que é um lugarzinho bom pra achar comidinhas diferentes por aqui), organizou essa competição. Tivemos uma das etapas por aqui em Jyväskylä e foi bem divertido (e delicioso). Além de poder assistir os competidores preparando seus pratos e ter aquele gostinho de um Master Chef ao vivo, teve música, salsichas grelhadas e jogos pra todo mundo.

Olha aqui o vídeo oficial do Lidl em Jyväskyla:

E já temos o vencedor… Jani Eskelinen, levou 10.000 Euros pra casa.

Acho que vou me arriscar no grill e participar ano que vem, vai que…