Quem são os personagens da Disney na Finlândia? | Ketkä ovat Disney hahmot Suomessa?

Recebemos uma cartinha com promoções de várias lojas alguns dias atrás e junto veio um cupom para preencher e comprar alguns quadrinhos on line com histórias do Pato Donald. Acontece que quando li o nome, pensei: esse é o nome do Pato Donald em finlandês?! Sim, é bem diferente. Fiquei com isso na cabeça e resolvi pesquisar os nomes das personagens da turminha do Mickey. Eis o resultado:

Resultado de imagem para personagens disney

MICKEY – MIKKI HIIRI

Imagem relacionada

MINNIE – MINNI HIIRI

Resultado de imagem para personagens disney

PLUTO – PLUTO

Resultado de imagem para PATO DONALD

PATO DONALD – AKU ANKKA

Resultado de imagem para margarida disney

MARGARIDA – IINES ANKKA

Resultado de imagem para pateta

PATETA – HESSU HOPO

Com certeza alguns são bem diferentes, afinal de contas para montar uma personagem, ou, neste caso, nomear uma personagem, vai muito da cultura local, dos nomes comuns, do que soa melhor e muda bastante de um lugar para outro. Uma coisa é certa: mais pra frente vou pesquisar e descobrir os nomes de outros personagens em finlandês porque, de fato, isso também faz parte de integrar-se à cultura local.

Anúncios

Tá tudo escuro! | On pimeä melekein kokoajan!

Com certeza uma das coisas mais difíceis no final de outono e inverno não é o frio, mas o escuro. Gente, tem umas raras horinhas de sol e só. Pois é, pra quem é bom de geografia vai entender que como estamos próximos a um dos pólos do planeta, a luz solar por aqui é uma loucura: sol o tempo todo no verão vs. não tem sol no inverno.

De verdade algumas cidades mais ao norte da Finlândia não tem sol de jeito nenhum e a gente aqui mais no meio do país tem uma certa “vantagem” e tem umas 5 horinhas (ou menos) de sol por dia no inverno. Mas posso dizer sinceramente? É difícil. Você acorda, toma banho, se arruma, pega o ônibus e chega no seu destino e está um breu às 9h da manhã; daí você volta pra casa, está um breu e são 15h30. Quer dizer, cadê o sol?!

Eu já tinha visto faz tempo, mas vou compartilhar aqui com vocês esse time lapse mostrando a diferença da luz solar no inverno e verão, olha só:

Eu aprendi que não é só porque sou estrangeira, vinda de um país tropical, que essa época do ano é mais complicada. Por aqui o escuro é a maior reclamação dos finlandeses também. Mas eles arranjam outras formas de “se adaptar” à escuridão, existem, por exemplo, umas luminárias que fazem uma luz super forte no horário que o sol deveria estar no céu normalmente, deixando que você tenha noção de tempo, já que nosso corpo é de certa forma guiado pela luz do dia, certo? Além disso, é uma época em que se vendem e usam muitas velas, muitas mesmo, e fica tudo lindo! Também como é um período longo sem sol (mais ou menos novembro, dezembro e janeiro) há uma falta de vitamina D nos finlandeses, então, toda farmácia e supermercado vende vitamina D e, sim, a gente toma diariamente uma dose pra manter o corpo ativo.

Enfim, é difícil, mas se seguir conforme o costume, dá pra ir curtindo. O escuro é ruim, mas o inverno também traz a neve e quando neva tudo fica lindo, tudo vira cenário de filmezinho Sessão da Tarde, aquele pra assistir comendo uma pipoca e debaixo d um cobertor. Mas que verdade seja dita, o verão é só em junho e eu já esto contando os dias.

Três meses estudando finlandês | Kolme kuukautta nyt opiskellut suomenkieltä

Esta semana completei três meses nas aulas de finlandês e o que eu posso dizer é que: uau, estou conseguindo! É fácil? Não, definitivamente. Acho que já comentei aqui anteriormente, mas são 5 horas e meia de aulas por dia, todos os dias da semana. Então, além da dificuldade com o idioma em si, há um cansaço e um esgotamento mental. Cansa e muito. Imagina que você está aprendendo um idioma que nunca ouviu na vida (porque não é um inglês ou espanhol que a gente escuta nas músicas, nos filmes e vai tendo aquela identificação) e durante horas todos os dias da semana você só estuda isso… Pois é, não é fácil.

Mas a verdade é que hoje eu consigo entender uma boa parte do que os finlandeses falam, já consigo me virar falando finlandês ao invés de sempre usar o “do you speak English?“. A maior dificuldade claro é que pareço uma criança de um ano aprendendo a falar, falo devagar, tenho que pensar pra responder (primeiro pensa o que a pessoa falou, bota na cabecinha, daí pensa como fazer a resposta, achou a frase, daí agora fala e torce pra acabar o diálogo) e, claro, tenho um sotaque estrangeiro.

Existe alguma coisa fácil no finlandês? Sim, cada letra é pronunciada da mesma maneira em todas as palavras, não tem esse negócio de combinar e mudar o som da letra, como temos no português o LH, NH, CH, SS, RR, etc. Então, aprendeu direitinho como é o som de cada letra do alfabeto, pronto, pode ler qualquer coisa!

Alguns leitores me perguntaram se tem alguma forma de aprender finlandês pela internet. Bom, existem, sim, alguns sites e aplicativos para aprender a gramática e o vocabulário, porém a maioria do que se encontra está em inglês. Então, se você não sabe inglês as opções reduzem bastante. Mas vou deixar pra vocês aqui alguns links que podem ser úteis:

Exitem alguns aplicativos, em português, que podem ser usados, mais voltados para vocabulário do que gramática, são:

  • Nemo Finlandês
  • Mondly: Aprenda Finlandês
  • LearnBots Finlandês
  • Vocabulário Finlandês
  • Easy Learning Finlandês
  • Aprenda o Guia SMART Finlandês
  • Finlandês em um Mês HD
  • Finlandês para Viagens
  • O Bebê Aprende – FINLANDÊS
  • Brincar e Aprender Finlandês

E pra fechar um segredinho que aprendi com o tempo por aqui: tem que praticar. Ouvir música, ler (até mesmo aqueles pequenos anúncios de papel, qualquer coisa), ouvir a conversa de outras pessoas e checar se está entendendo é algo que uso às vezes (embora não seja muito educado… rsrs). Li um artigo uma vez com estrangeiros dizendo suas técnicas para aprender finlandês e algumas eram bem interessantes como, por exemplo, ler livros infantis, estudar livros de finlandês para estrangeiros em casa, ver televisão em finlandês e ler as legendas… mas a melhor dica era traduzida como “não jogue a toalha”.

Por falar em prática, em fevereiro vou ter seis semanas de prática laboral (exatamente: trabalhar). Ainda não sei aonde, estou procurando um local próximo de casa primeiro, porque se eu esperar que a escola encontre pra mim daí pode ser em qualquer lugar e pertinho de casa é melhor, né?! Se estou pronta pra essa prática? Talvez, os professores dizem que sim, mas eu mesma estou é apavorada e com a certeza que vou travar as primeiras cinco semanas e meia.

Enfim, finlandês não é um bicho de sete cabeças… umas quatro, cinco, talvez… brincadeirinha.

Oulainen

Outra cidadezinha que estivemos visitando foi Oulainen. A cidade é pequenininha, não é exatamente turística, mas o marido tem uns familiares por lá e seria mais uma cidade para conhecer, então, por que não? A cidade tem mais ou menos 8 mil habitantes, fica às margens do rio Pyhäjoki, livremente traduzido para rio sagrado. E neste mesmo rio, durante o verão, como uma competição de canoagem. A cidade também têm outros eventos no decorrer do ano, como feiras e semana de música. Localizada ao sul de Oulu e mais ou menos uns 300km ao norte de onde moramos, Jyväskylä, por ali também faz um pouco mais de frio.

IMG_8503.JPGTATUÍ - P.jpgTATUÍ - SP.jpgimg_8479img_8481

Pegamos um final de semana de bastante neve por lá, então só deu pra tirar algumas fotos. E a cidade, mesmo que não seja exatamente turística, é bem bonitininha.

E o legal é que já fizemos nosso primeiro boneco de neve também, já que com esse frio todo e tanta neve é o que nos restava fazer.

20161126_151501

Bom, a verdade é que pouco a pouco vamos conhecendo um pouquinho mais da Finlândia.