Na cabeleireira | At the hairdresser

English bellow

PT

Hoje a mamãe aqui deixou o papai cuidar dos meninos no finzinho de tarde e colocar eles pra dormir, pra que pudesse finalmente ter um tempinho pra auto-cuidado. Estava precisando. Então resolvi dividir com vocês um post com vocabulário… palavras que você provavelmente vai usar numa visita a um salão de beleza.

Vale lembrar que a experiência é um pouquinho diferente do que temos no Brasil. Por exemplo, no Brasil a gente consegue facilmente adicionar serviços enquanto estamos sendo atendidos… tipo vai pra fazer as unhas e acaba cortando e escovando os cabelos também. Por aqui você reserva os serviços com antecendência e vai ser feito o que você reservou. Pode até acontecer de ter a disponibilidade de adicionar serviços ou encaixar um horário, mas é bem raro.

Vamos ao vocabulário?!

  • parturi: barbeiro
  • kampaaja: cabeleireiro
  • kampaamo: salão de beleza (para mulheres)
  • parturi-kampaamo: barbearia
  • hius, hiukset: fio de cabelo, cabelos
  • hiustenleikkaus: corte de cabelo
  • hiusmuotoilu: penteado
  • permanentti: permanente
  • otsatukka, “otsis”: franja
  • hiuksen tyvi: raiz do cabelo
  • hiusten latvat: pontas dos cabelos
  • juhlakampaus: penteado de festa
  • harjata hiukset: escovar os cabelos
  • föönätä: secar com secador de cabelos
  • huuhdella: enxaguar
  • jakaa hiukset: dividir os cabelos
  • kammata hiukset: pentear os cabelos
  • kerrostaa: arranjar em camadas
  • kihartaa: cachear
  • kuivata: secar
  • raidoittaa: fazer mechas
  • suoristaa: alisar
  • tehdä poninhäntä: fazer rabo de cavalo
  • trimmata hiukset: aparar os cabelos
  • värjätä: pintar

Claro que falta muita palavra ainda. Tem alguma que você gostaria de saber? Me diz aí.


EN

Today mommy here let daddy take care of the boys in the evening and put them to bed, so could finally have a little time for self-care. I needed it. So I decided to share with you some vocabulary… words that you will probably use when visiting a hairdresser in Finland.

It is worth remembering that the experience is a little different from what we have in Brazil. For example, in Brazil we can easily add services while we are being attended to… like going to do our nails and end up getting a haircut and blow-drying it too. Here you book the services in advance and whatever you booked will be done. It may even happen to have the availability to add services or fit in a schedule, but it is very rare.

Let’s go check some vocabulary?!

  • parturi: barber
  • kampaaja: hairdresser
  • kampaamo: beauty salon (for women)
  • parturi-kampaamo: barber and hairdresser salon (for men and women)
  • hius, hiukset: hair
  • hiustenleikkaus: haircut
  • hiusmuotoilu: hairstyle
  • permanentti: perm
  • otsatukka, “otsis”: bangs
  • hiuksen tyvi: base of the hair
  • hiusten latvat: hair ends
  • juhlakampaus: party hairstyle
  • harjata hiukset: to brush hair
  • föönätä: to blow dry
  • huuhdella: to rinse
  • jakaa hiukset: to divide hair
  • kammata hiukset: to comb hair
  • kerrostaa: to arrange in layers
  • kihartaa: to curl
  • kuivata: to dry
  • raidoittaa: to add highlights
  • suoristaa: to straighten
  • tehdä poninhäntä: make a ponytail
  • trimmata hiukset: to trim hair
  • värjätä: to dye

Of course, there’s still a lot to add. Is there any word you would like to know? Let me know.

Quase finlandesa

Oi! Sumi de novo, né?! Pois é, vida de mãe de dois, minha gente! Não tem tempo livre não. Aliás já perceberam que o conteúdo do meu blog deu uma mudada depois que tive filhos? É por isso que decidi mudar o nome do blog (e do Instagram… e se você não me segue lá ainda, deveria começar a seguir). A partir de agora o blog se chama “Quase finlandesa”.

Por que “Quase finlandesa”? Bom, já moro na Finlândia há mais de cinco anos. Teoricamente já poderia ter até minha cidadania finlandesa (mas como todo o resto das coisas que eu deveria ter feito, ainda não tive tempo pra isso), já tenho muitos hábitos finlandeses no meu dia a dia, falo um finlandês razoável, tenho filhos finlandeses e gosto de várias comidas finlandesas também. Mas a principal razão é que eu percebi que essa mudança na rotina (de mãe) fez com que meu conteúdo se tornasse muito mais sobre ser mãe na Finlândia do que uma apresentação do país em si, como eu pensei no começo. Mesmo que os meus textos continuem mostrando as burocracias e os costumes por aqui, se tornou muito mais um blog de “estilo de vida”.

Então não vou deixar de apresentar conteúdo sobre a Finlândia, na na ni na não. Mas vou tentar deixar as coisas mais leves e mostrar coisinhas simples do dia a dia da vida na Finlândia. Vou tentar fazer uns stories e vídeos pra vocês e postar conteúdos mais curtos no Instagram, deixando o blog mais pros textos longos (que eu tanto gosto de escrever).

Quem vem comigo?


EN

Guess who is back? This mother of two with no free time. By the way have you noticed that the texts on my blog changed after I had children? Yeah… That’s why I decided to change the name of my blog (and also my Instagram accountl. From now you can call it “Quase finlandesa” (meaning “almost Finnish” in Portuguese).

Why “almost Finnish”? Well, I’ve lived in Finland for over five years now. In theory I could even have my Finnish citizenship (but like everything else I should have done, I haven’t had enough time for that yet), I already have many Finnish habits in my daily life, I speak reasonable Finnish, I have Finnish children and I like a lot of Finnish foods too. But the main reason is that I realized that this change (becoming a mom) in my routine made my content become much more about being a mother in Finland than a presentation of the country itself, as I thought I would write about at the very beginning. Even though my texts continue to show all the bureaucracies and habits around here, it has become much more a “lifestyle” blog.

So I will not stop to write about Finland. But I’m going to try to lighten things up and show simple things from everyday life in Finland. I’ll try to make some stories and videos for you and post shorter texts on Instagram, using the blog more for longer texts (which I do love to write).

Would you join me?

Kantarellikeitto

PT

Olha quem resolveu aparecer pra cumprir o prometido! Sim, hoje vou postar a receita que prometi no último post: Kantarellikeitto!

A receita é muito simples, tem um sabor marcante (tanto que nos restaurantes, geralmente, é servida como entrada, em porção pequena, ao invés de prato principal), mas deliciosa!

Como disse no post anterior, a gente aqui consome bastante cogumelos silvestres. Um dos meus preferidos é o kantarelli (ou chanterelle, em inglês). Ele é todo amarelinho, bonitinho, parece um trompete e tem um gostinho de dar água na boca!

Nem eu e nem meu marido tínhamos feito essa receita antes, então pesquisamos algumas receitas diferentes até chegar no que fizemos.

Kantarellikeitto

Bom, não vou me ater muito à quantidade de ingredientes, porque acho que isso vai variar do quão forte você quer sua sopa, mas os ingredientes são: cogumelos kantarelli (preferencialmente frescos, mas dá pra adaptar com os secos também), manteiga, cebola, alho, pimenta do reino, sal, farinha de trigo, caldo de legumes e creme de leite fresco.

Pra ter uma ideia, um litro de cogumelos frescos rende mais ou menos 4 porções grandes de sopa.

A ideia é fazer um creme, então, comece fritando alho e cebola na manteiga. Por aqui a gente resolveu fazer os cogumelos de três formas diferentes: a maior parte, batemos no liquidificador com o creme de leite fresco, outra parte picamos e fritamos e deixamos uns menorzinhos para decorar o prato. Então, com cebola e alho fritos, adicione os cogumelos e frite até que não estejam mais aguados. Adicione farinha de trigo e adicione o caldo de legumes já com água até formar uma massinha, adicione o creme com cogumelos, pimenta do reino, sal (aqui nos adicionamos um pouco de queijo, porque queijo nunca é demais aqui em casa) e deixe cozinhar por aproximadamente 10 minutos.

E pronto, delicie-se!


EN

Look who decided to show up! Yes, today I will post the recipe I promised in the last post: Chanterelle’s soup!

The recipe is very simple, it has a strong flavor (so much that in most of restaurants, it is served as a starter, in a small portion, instead of the main dish), but delicious!

As I said in the previous post, we eat a lot of wild mushrooms here. One of my favorites is chanterelle. He’s all yellow, cute, looks like a trumpet and has a mouth-watering taste!

Neither my husband nor I had made this recipe before, so we researched a few different recipes until we got to what we made.

Chanterelle’s soup

Well, I’m not going to stick to the amount of ingredients, because I think it will vary how strong you want your soup, but the ingredients are: kantarelli mushrooms (preferably fresh, but you can adapt the recipe with the dried ones too), butter, onion, garlic, black pepper, salt, wheat flour, vegetable broth and cream.

You can have an ideia that a liter of fresh mushrooms makes about 4 large portions of soup.

The idea is to make a cream, then start frying garlic and onion in butter. Here we decided to make the mushrooms in three different ways: most of them, we blend the with cream, the other part we chop and fry and a few little nice looking ones to decorate. Then, with fried onion and garlic, add the mushrooms and fry until they are no longer watery. Add wheat flour and add the vegetable broth already with water until it forms a smooth dough, add the cream with mushrooms, black pepper, salt (here we add a little cheese, because cheese is never too much here at home) and let it cook for approximately 10 minutes.

And now is all about to taste it!